Saturday, March 24, 2012

Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.

Multidao de pessoas
Um so Olhar

Thursday, March 22, 2012

      1. "Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. 
            • Como quem não tem o que perder.Como quem não aposta. Como quem brinca somente.
            • Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você.
            • Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça. Não espere. Promessas,vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não.
            • Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só."

Wednesday, March 21, 2012

Friday, March 16, 2012

 "O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?"

"Isso depende muito de para onde você quer ir", respondeu o Gato.

"Não me importo muito para onde...", retrucou Alice.

"Então não importa o caminho que você escolha", disse o Gato.

"...contanto que dê em algum lugar", Alice completou.

"Oh, você pode ter certeza que vai chegar", disse o Gato, "se você caminhar bastante."

"Alice sentiu que isso não deveria ser negado, então ela tentou outra pergunta.

"Que tipo de gente vive lá?"

"Naquela direção", o Gato disse, apontando sua pata direita em círculo,"(...)  Visite qualquer um que você queira, são malucos."

"Mas eu não quero ficar entre gente maluca", Alice retrucou.

"Oh, você não tem saída", disse o Gato, "nós somos todos malucos aqui. Eu sou louco. Você é louca."

"Como você sabe que eu sou louca?", perguntou Alice.

"Você deve ser", afirmou o Gato, "ou então não teria vindo para cá."

Alice não achou que isso provasse nada afinal: entretanto, ela continuou: "E como você sabe que você é maluco?"


"Homens caçam, mulheres fazem ninhos." 

Tuesday, March 13, 2012

Você já me ouviu chamando?
Porque toda noite
Eu estou falando com a lua
Ainda tentando chegar até você

Na esperança de que você esteja
No outro lado
Falando comigo também
Ou eu sou um tolo
Que fica sentado sozinho
Conversando com a lua

Sunday, March 11, 2012

Dá-me Mil beijos, e mais cem
e novamente Mil e mais cem 
e depois mais Mil,
 e mais cem."

Catulo (século I a. C.)

Friday, March 09, 2012

algo tão pequeno como o vôo de uma borboleta pode causar um tufão do outro lado do mundo

Thursday, March 08, 2012



    • Oh meu Deus me traz de volta essa menina

    Porque tudo que eu tenho é o seu amor
      João de Barro eu te entendo agora
        Por favor me ensine como guardar meu amor..."

        • Oh meu Deus me traz de volta essa menina
        • Porque tudo que eu tenho é o seu amor
        • João de Barro eu te entendo agora
        • Por favor me ensine como guardar meu amor..."

        Wednesday, March 07, 2012

        • e como é difícil lidar com a crítica. Essas situações e pessoas trazem a tona...quando temos algo que não aceitamos em nós e vemos esse defeito em outra pessoa, isso nos causa um incomodo intenso. E muitas pessoas vão externar esse incomodo atacando o outro, criticando, julgando. defeitos mais profundos. Por isso é tão importante dar atenção ao que você sente ao lidar com essas situações. Se você sentiu algo de negativo, se você se incomodou, então o problema é seu





        • "O que é um espelho? É o único material inventado que é natural. Quem olha um espelho, quem consegue vê-lo sem se ver, quem entende que a sua profundidade consiste em ele ser vazio... esse alguém percebeu o seu mistério de coisa."

                  Pra que fugir dos seus pecados se é neles que vivem seus maiores desejos

                  Monday, March 05, 2012


                  My hands they were strong
                  But my knees were far too weak
                  To stand in your arms
                  Without falling to your feet
                  Cause there's a side, to you, that I never knew, never knew
                  All the things you'd say, they were never true, never true
                  And the games you'd play, you would always win, always win
                  I set fire to the rain
                  And I threw us into the flames
                  Well, it felt something died,
                  'Cause I knew that that was the last time, the last time!

                  Minhas mãos eram fortes

                  Mas meus joelhos eram muito fracos
                  Para permanecer em seus braços
                  Sem cair aos seus pés

                  Mas há um lado, em você, que eu nunca soube, nunca soube
                  Todas as coisas que você diria, nunca foram verdade, nunca foram verdade
                  E os jogos que você jogaria, você sempre ganharia, sempre ganharia

                  Eu ateei fogo à chuva
                  E nos atirei às chamas
                  Bem, sentia que algo morreu
                  Porque eu sabia que era a última vez, a última vez!



                  Deixe queimar…